COMPARTILHAR

Vómitos de sangue também conhecidos como hematémese é relativamente comum entre os cães, sendo o resultado de inúmeras causas.

Por exemplo, uma irritação no intestino ou estômago que possa originar uma inflação e, eventualmente, uma expulsão de sangue.

Por sua vez, também poderá ocorrer uma rutura no revestimento do tubo de ligação do estômago e a boca.

Em alternativa, esse sangue também poderá ter a sua origem numa inflamação nos pulmões.

Resumidamente, o sistema gastrointestinal de um cão poderá ser afetado por uma inflamação, trauma ou presença de um objeto estranho.

E, uma hemorragia poderá afetar o seu coração e resultar numa pressão arterial baixa e/ou uma respiração anormal.

cachorro a vomitar

Sintomas

Quanto um cão engole um objeto estranho poderá ter como principal sintoma a presença de vómito de sangue que se assemelham a borra de café, aliados a dores abdominais, falta de apetite e fezes enegrecidas.

Nesse sentido, você deverá levar o seu cão ao veterinário para realizar um exame físico com o intuito de (evitar) encontrar uma baixa contagem de glóbulos vermelhos, sinais de fraqueza, sopros no coração e um batimento cardíaco acelerado.

Causas

As causas do seu cão estar a vomitar sangue podem ter origem em infeções metabólicas, respiratórias, neurológicas e virais, bem como doenças como traumatismo craniano, insuficiência hepática ou vermes no coração.

A falta de coagulação sanguínea adequada também poderá resultar da insuficiência hepática ou contagem de plaquetas no sangue.

O consumo de veneno de rato também poderá provocar o vómito de sangue por parte dos cães ou resultar de um incidente traumático como cirurgia, queimaduras graves, insolações, exposições de picadas de cobras ou plantas tóxicas.

Atenção que os cães em estado mais crítico a nível da saúde podem estar mais em risco .

Muito fofinhos não acham ?

Posted by Animais Amigos on Tuesday, August 23, 2016

Como resolver?

Quando estava situação acontecer, uns testes como exames ao sangue e a urina combinados com uma avaliação da análise fecal. Normalmente, os veterinários também aconselham raios-X e exames de ultrassom para identificar distúrbios internos. Quanto mais  cedo detetar esse problema ao seu cão, mais rápido o seu melhor amigo ficará em plenas condições para voltar a brincar consigo!

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA